Archives

O precursor dos CDs nos carros …

Em 1950 as rádios não eram tão abundantes quanto hoje.
Naquela época, se você não gostasse das opções que estavam dentro da escala do seu rádio, a opção mais viável era desligar o rádio e ouvir o barulho da estrada ou o ruído do motor.
Como dizem que a necessidade é a mãe da invenção, o norte-americano Peter Goldmark acabou de vez com a monotonia da época.
Em 1956, ele foi capaz de oferecer aos compradores de novos modelos Chrysler um toca discos.
O aparelho era montado na parte inferior do painel e ligado diretamente no rádio do carro.
Ao pressionar um botão na frente da porta do player, ele se abria. Um prato deslizava para fora e o passageiro encaixava o disco. Obviamente, manter a agulha sempre no caminho certo era um exercício de paciência.
Confira abaixo, alguns modelos vendidos na época. Comparados com os modernos aparelhos de hoje, é difícil imaginar como eles podiam trazer algum tipo de diversão.
Agradecemos ao Sr Vinicio Chaves, pelo email enviado com o assunto.

Nova moto circulando no Reino Unido

Nova moto circulando no Reino Unido / New motorcycle in the UK…

Olhe que coisa impressionante, como uma coisa óbvia ainda não tinha saído do papel antes…. Muito legal!

Moto agora tem rodinhas !!!

Quando para, ela coloca o “pé” no chão para não cair….. Está em circulação no Reino Unido. Bom passeio !!!

Ficha técnica – Chevrolet Camaro Conversível SS V8 6.2

Ficha técnica – Chevrolet Camaro Conversível SS V8 6.2

  • Motor: A gasolina, dianteiro, longitudinal, 6.162 cm³, com oito cilindros em “V”, duas válvulas por cilindro e comando simples de válvulas. Acelerador eletrônico.
  • Transmissão: Câmbio manual de seis marchas à frente e uma a ré. Tração traseira. Oferece controle de tração e diferencial traseiro com escorregamento limitado.
  • Potência máxima: 422 cv a 5.900 rpm.
  • Torque máximo: 56,7 kgfm a 4.600 rpm.
  • Diâmetro e curso: 103,2 mm X 92 mm. Taxa de compressão: 10,8:1.
  • Suspensão: Dianteira do tipo multilink com rodas independentes, subchassi e barras estabilizadoras superior e inferior. Traseira do tipo multilink com barra estabilizadora.
  • Freios: Discos ventilados na dianteira e na traseira. ABS de série.
  • Pneus: Na dianteira, 245/45 R20. Na traseira, 275/40 R20.
  • Carroceria: Conversível em monobloco com duas portas e quatro lugares. Medidas: 4,83 metros de comprimento, 2,08 m de largura, 1,37 m de altura e 2,85 m de distância entre-eixos. Oferece controle de estabilidade.
  • Peso: 1.867 kg.
  • Capacidade do porta-malas: 290 litros com a capota fechada e 222 litros com a capota recolhida.
  • Tanque de combustível: 71 litros.
  • Lançamento mundial: Fevereiro de 2011

O Carrocel Naval – Escócia

ESCÓCIA 

Obra de Engenharia que permite a navegabilidade de costa a costa, através de rios e canais de navegação
Este é o único transportador rotacional de barcos em todo o mundo.
Tem dois braços e cada braço forma um tipo de tina enorme cheia de água.
Os barcos entram nas tinas (superior e inferior), e então o carrossel inicia o movimento de rotação de 180º.

Inicialmente existiam 2 canais:
– o Canal Forth and Clyde construído em 1777 entre os portos de Grangemouth e Falkirk,  ligando Glasgow com a costa ocidental da Escócia.
– o Canal Union construído em 1822 entre os portos de Falkirk e Edinburgh.
Devido às condicionantes orográficas do terreno, no nó de Falkirk existia um desnível de 25 metros entre os 2 canais, tendo sido feitas obras espectaculares de engenharia para interligar estes dois canais através de um sistema de 11 comportas e 1 torre rotacional.
 
Em 1963 começou a construção desta magnífica obra, que mais não é que um carrossel de água enorme.
Esta ideia extraordinária ficou concluída em 2002 e tornou-se um símbolo da Escócia, permitindo a navegabilidade entre a costa ocidental e a costa oriental deste país, interligando as suas duas principais cidades, Glasgow e Edinburgh.
 
Cada tina tem 24 metros de comprimento e permite a movimentação de barcos com um peso até 300 toneladas.
Ambas as tinas, superior e inferior, são cheias de acordo com o Princípio de Arquimedes, portanto o seu peso está sempre equilibrado.
Para manobrar a abertura e fecho das portas de selagem e acionar todo o sistema de rotação,  existe um motor eléctrico de 22,5 KW que apenas consume uma potência de1,5 kWh em cada manobra completa .
O tempo de duração de cada manobra, desde a entrada dos barcos, rotação e saída dos barcos, é de 15 minutos.

Tudor estimates Wilsdorf within stating "For a few many years right now, I've been thinking about the thought of creating a view our rolex replica uk might market in a much more moderate cost compared to the replica watches but one which might achieve the conventional associated with trustworthiness that hublot replica sale is actually well-known. We chose to type the seperate organization, using the item of creating as well as advertising this particular brand new view. It's known as the actual fake rolex sale view organization. Therefore presently there you've this. Tudor in the get-go had been made to end up being seriously dependent upon replica watches sale with regard to apparent affordable as well as monetary factors, as well as had been intelligently replica watches in a less expensive price, with no significant surrender within general high quality or even trustworthiness.