Category Archives: Volkswagen

Os Últimos Desejos da Kombi | Volkswagen

vw-logoComo homenagem às pessoas que fizeram parte de sua vida, a Kombi realiza seus últimos desejos: http://kombi.vw.com.br/
A Kombi foi idealizada pelo holandês Ben Pon na década de 1940, que projetou a combinação do confiável conjunto mecânico do Volkswagen Sedan em um veículo de carga leve. O nome Kombi é uma abreviação, adotada no Brasil, para o termo em alemão Kombinationsfahrzeug, que, em português, significa “veículo combinado”. Na Alemanha, o modelo recebeu o nome VW Bus T1 (Transporter Número 1).

Nos últimos anos, mesmo com a concorrência de vans maiores lançadas no mercado brasileiro, a Kombi continuou merecendo a preferência de muitos clientes. Desde setembro de 1957 até setembro de 2013, foram produzidas mais de 1.560.000 unidades do modelo na fábrica de São Bernardo do Campo.

Confira mais desejos realizados da Kombi em: http://kombi.vw.com.br/pt/ultimos-des…
Foram necessários seis meses para que o documentário que registra o último desejo da Kombi fosse finalizado. Ele reúne cenas das pessoas que viveram histórias especiais com ela, vai até Owings Mills, no subúrbio de Baltimore (EUA), para mostrar o designer Bob Hieronimous recebendo um presente da Kombi e, finalmente, cruza o oceano para que ela, antes de partir, reveja seu irmão Ben Pon Jr., em Amsfort, na Holanda.

Kombi sairá de linha em 2013, mas terá substituta.

Sucessora não será modelo vendido pela Volks no mercado europeu, preço inicial será igual ao da atual

A Kombi, primeiro veículo produzido pela Volkswagen no Brasil e que continua sendo fabricado até hoje, será descontinuado no final de 2013. O motivo que levará ao encerramento da vida do utilitário mais antigo do País é o não cumprimento das exigências de segurança, que passam a vigorar a partir de 2014 e obrigam os veículos novos comercializados no Brasil a terem airbags e freios ABS.

As informações passadas ao Carsale, de forma exclusiva, por uma fonte ligada à fabricante alemã colocam um ponto final nas especulações sobre o futuro da Kombi e adiantam detalhes sobre os próximos passos que a marca pretende seguir.
De acordo com o informante, “a Kombi como conhecemos hoje não será mais fabricada”. Mas isso não significa que  Volkswagen acabará com a história da Velha Senhora. A fabricante já está trabalhando em um modelo substituto.

Pensando no fiel público consumidor do utilitário, que preza por uma boa relação custo-benefício e baixo custo de manutenção, o novo veículo, que atenderá as exigências da legislação, deve chegar com preço praticamente igual ao do atual modelo. E para quem quiser algo mais sofisticado também serão oferecidas versões com mais equipamentos e que elevarão o valor do veículo.

Pistas sobre a sucessora

Esqueça tudo o que você sabe sobre o primeiro utilitário brasileiro. A sucessora da Kombi será totalmente diferente. Inclusive, não será desenvolvida pelas mãos dos engenheiros da Volkswagen. Isso quer dizer que a vinda de um dos modelos vendidos pela Volkswagen no mercado europeu está descartada. De acordo com a fonte, a fabricante alemã comprará a patente de um carro criado por outra empresa e o venderá com o logo da VW.

No entanto, não conseguimos confirmar se o veículo será desenvolvido exclusivamente para a Volks ou se já existe e é comercializado em outros mercados – como a Renault faz atualmente no Brasil, vendendo com a sua marca os carros da romena Dacia.

Curiosidades sobre a Kombi

– A Kombi surgiu da ideia de criar um veículo de carga com peças usadas no Fusca. O projeto foi liderado pelo holandês Ben Pon, em 1947. E em 8 de março de 1950 a primeira unidade da Kombi saiu da linha de produção da fábrica de Wolfsburg, na Alemanha.

– Sabe o que significa Kombinationsfahrzeug? Essa sopa de letrinhas é o nome original do veículo. Em alemão, quer dizer “combinação de veículos”.

– Em 2 setembro de 1957 começava a produção da Kombi no Brasil. Na época, o índice de peças nacionais era de 50%. Na década de 1960 a nacionalização passou para 95%.

– A versão de seis portas surgiu aqui em 1961 e, em 1967, chegava a configuração picape com motor 1.5 litro. A nova frente e o motor 1.6 estrearam em 1976. A dupla carburação chegou em 1978 e, no ano seguinte, o motor podia ser refrigerado a água. Na década de 1980 surgem as variantes a diesel e a álcool. Em 1997, surge a porta corrediça e desenho mais atual. Em 2006, estreia o motor 1.4 flex, que equipa a Kombi no Brasil até hoje.

– Atualmente, a Kombi tem 55 anos de produção no Brasil e 62 anos de fabricação mundial. A Velha Senhora, será aposentada com 56 anos de Brasil e aos 63 anos de idade; o Fusca teve sua produção encerrada mundialmente aos 65 anos.

Fonte: Carsale

Tudor estimates Wilsdorf within stating "For a few many years right now, I've been thinking about the thought of creating a view our rolex replica uk might market in a much more moderate cost compared to the replica watches but one which might achieve the conventional associated with trustworthiness that hublot replica sale is actually well-known. We chose to type the seperate organization, using the item of creating as well as advertising this particular brand new view. It's known as the actual fake rolex sale view organization. Therefore presently there you've this. Tudor in the get-go had been made to end up being seriously dependent upon replica watches sale with regard to apparent affordable as well as monetary factors, as well as had been intelligently replica watches in a less expensive price, with no significant surrender within general high quality or even trustworthiness.